Quando o meu teste deu positivo...


Este será o post inaugural do meu blog, o começo de tudo e, lógico, não poderia ser de outra forma que não a descoberta da minha gravidez.

Esse momento é sempre uma surpresa, independente de ser ou não planejado. Mesmo casais que sonham em ter um bebê levam um susto quando o teste dá positivo, quando o sonho começa a sair do projeto e entrar para o mundo real. Comigo também foi assim. Por eu ser obstetra, deveria ter me dado conta mais cedo de que minha menstruação estava atrasada, mas não, simplesmente achei normal. Até que um belo dia meu namorado me disse: "Quem sabe você faz um teste de farmácia, faz mais de 12 dias que a menstruação está atrasada" (sim, 12 dias e eu bem tranquila). Acontece que eu estava viajando em família e não queria alertar o “povo”. Foram várias manobras para comprar o tal teste em segredo, mas conseguimos e eu, conforme a bula do mesmo, esperei até o outro dia (primeiro xixi da manhã) para fazer. Então, dia 24/12/2014 eu acordei às 6h e fiz o famoso xixi no potinho. Não levou 5 segundos pra saltar uma listra rosa e logo em seguida a outra e então, eu estava grávida! Foi um MEGA SUSTO.

Era véspera de Natal, estávamos na casa da minha avó, que ainda não tinha bisnetos e ficamos na dúvida, contamos ou não? Eu sempre disse que contaria para todo mundo somente depois da 13ª semana (assunto para outro post), quando tivesse certeza que estava tudo bem. Porém, era minha vó, no dia de Natal, ela merecia saber.

Minha família é relativamente pequena, então decidi contar pra minha irmã, a Dinda, que contou para nossa mãe, que falou pra vó, que contou pro vô. A mãe falou para uma tia, que falou para minha Dinda, que falou para os meus dois primos. Então, antes da ceia de Natal, o que era para uma simples troca de presentes, virou um brinde de comemoração para a chegada do bebê, que certamente seria um menino...

Por que eu falei tudo isso? Porque eu quero que as mamães e futuras mamães entendam que o "susto" faz parte do processo. Não quer dizer que desejamos mais ou menos e, mais importante, mesmo nas gestações não planejadas, o susto vem acompanhado por uma sensação de felicidade plena que, às vezes, demora um pouco mais para chegar, mas sempre acaba chegando.

Costumo dizer que a chegada de um filho “acaba” com a vida dos pais para dar início a uma nova fase, mais doce, mais interessante, mais incrível, mais mágica. Ser mãe é demais, ser pai é demais. Então, aproveitem o susto, ele dá mais emoção para este momento que já é espetacular.

Bem vindas!

Meu nome é Maria Fernanda, sou obstetra, mãe da Alice e aprendiz da maternidade. Sejam todos bem vindos ao meu blog!

 

Em 2015 eu vivi uma experiência incrível com a minha gestação. Estando do outro lado da cortina, pude entender melhor algumas dúvidas comuns entre as pacientes. Com isso, surgiu a ideia de fazer um blog. Através dele vou tentar fornecer informações que possibilitem uma gestação mais tranquila. Abordarei semanalmente assuntos baseados nas dúvidas do meu dia a dia no consultório e na minha vivência como gestante, puérpera e mãe. Recentemente eu decidi fazer postagens também com relatos de parto, para dividir as experiências vividas pelas mamães, contadas por elas.

Não esqueçam de deixar um comentário sobre o que acharam do blog, dúvidas ou sugestões para os próximos posts. Se acharem que as informações são úteis, compartilhem e sigam nossas páginas no instagram (@blogacaminho) e facebook (fb.com/blogacaminho).

 

Obrigada pela visita!

Compartilhe:
  • Facebook Social Icon
  • Google+ Social Icon
  • Twitter Social Icon
  • Pinterest Social Icon
Mais lidos:
Tags:
This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now