A vida sexual da gestante!

          Uma das primeiras dúvidas das gestantes quando estão iniciando o pré natal é sobre sexo. Podem continuar ou precisam ficar em abstinência? Até já faz parte de uma lista de “dúvidas comuns” que eu acabo falando em todas as primeiras consultas e que me motivou a escrever o blog. Quando elas não perguntam, eu puxo este assunto.

       Salvo raríssimas exceções, é o pai que tem mais medo de praticar sexo durante a gestação. Conforme a barriga vai crescendo então, SOCORRO! É muito importante levantar este assunto nas consultas, porque manter a vida de casal é muito importante para a gestante, para a saúde do casamento e, por consequência, para uma gestação mais feliz.

      As alterações hormonais da gestação deixam algumas as gestantes bem assanhadinhas, especialmente no segundo trimestre (14 - 28 semanas), quando os enjoos e o sono já estão passando, o medo de sangramento já vai ficando mais controlável e elas voltam a se enxergar como mulher e não mais como um corpo carregando um bebê.

       Algumas situações impedem que o casal tenha relação, tais como sangramentos vaginais, trabalho de parto prematuro, placenta com implantação baixa, cólicas frequentes... Vou explicar cada um para desmistificar algumas coisas e deixar a vida sexual mais ativa, ou menos inativa, como preferirem.

         Via de regra, gestante com sangramento, independente da idade gestacional, precisa ser avaliada. Basicamente precisamos fazer um exame ginecológico e, algumas vezes, complementar com ecografia. Logo, quando houver sangramento sempre procure seu médico ou uma emergência obstétrica.

       Quando o sangramento ocorre no primeiro trimestre, os riscos de perda espontânea são a maior preocupação. No entanto, está é uma situação de exceção. Na maioria das vezes, o sangramento não tem grande repercussão para a gestação. Especialmente quando é pouca quantidade, sem cólica associada.

       O risco de aborto espontâneo vai diminuindo com o decorrer da gestação, dando espaço para outras situações que podem levar ao sangramento. Uma delas, não muito comum, mas bem importante, são as placentas de implantação mais baixa. Nem todas as placentas baixas necessitam de abstinência sexual, mas em todas elas é importante explicar para a gestante que existe risco de sangramento. Até porque sangramento e gestação são duas coisa que assustam muito quando acontecem juntas.

       O trabalho de parto prematuro, especialmente antes das 36 semanas implica em repouso, em não fazer exercício físico e nem esforço, e isto inclui abstinência sexual. Principalmente quando há dilatação do colo.

        Por falar nisso, alguém já ouviu que namorar nas últimas semanas de gestação estimula trabalho de parto? Sim, sexo ajuda a desencadear trabalho de parto, devido a um substância presente no sêmen e também porque o orgasmo ativa a musculatura uterina e pode iniciar as contrações. Então mamães que querem muito um parto normal e o bebê anda meio preguiçoso, vamos namorar bastante depois das 38 semanas. Além de ficar mais relaxada e esquecer um pouco a ansiedade, você ainda pode entrar em trabalho de parto.

      Voltando a pergunta inicial, sim, as gestantes podem ter relação, durante os 9 meses de gravidez. Sim, elas devem conversar sobre esse assunto nas consultas de pré natal. É muito importante que a mãe esteja feliz durante este período e o bem estar do casal faz parte desta felicidade. Existem situações que exigem abstinência sexual, mas elas são a exceção e não a regra.

      Sempre lembrando que, depois que o bebê nascer existe a famosa quarentena, ou 30 dias, mais comuns na atualidade. Neste período a orientação médica é de não praticar atividade sexual.

Compartilhe
Compartilhe
Curtir
Please reload

Bem vindas!

Meu nome é Maria Fernanda, sou obstetra, mãe da Alice e aprendiz da maternidade. Sejam todos bem vindos ao meu blog!

 

Em 2015 eu vivi uma experiência incrível com a minha gestação. Estando do outro lado da cortina, pude entender melhor algumas dúvidas comuns entre as pacientes. Com isso, surgiu a ideia de fazer um blog. Através dele vou tentar fornecer informações que possibilitem uma gestação mais tranquila. Abordarei semanalmente assuntos baseados nas dúvidas do meu dia a dia no consultório e na minha vivência como gestante, puérpera e mãe. Recentemente eu decidi fazer postagens também com relatos de parto, para dividir as experiências vividas pelas mamães, contadas por elas.

Não esqueçam de deixar um comentário sobre o que acharam do blog, dúvidas ou sugestões para os próximos posts. Se acharem que as informações são úteis, compartilhem e sigam nossas páginas no instagram (@blogacaminho) e facebook (fb.com/blogacaminho).

 

Obrigada pela visita!

Compartilhe:
  • Facebook Social Icon
  • Google+ Social Icon
  • Twitter Social Icon
  • Pinterest Social Icon
Mais lidos:

Movimentação Fetal!

16/09/2020

1/5
Please reload

Tags:
Please reload

This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now