Gestantes e suas urgências!


Segundo o Ministério da Saúde, Urgência é uma ocorrência imprevista de agravo à saúde com ou sem risco potencial à vida, cujo portador necessita de assistência médica imediata. Já Emergência é uma constatação médica de condições de agravo à saúde que implique sofrimento intenso ou risco iminente de morte, exigindo portanto, tratamento médico imediato.

As situações de urgência para as gestantes têm muito a ver com as suas experiências de vida, seu passado ginecológico e obstétrico, seus medos, seu preparo para encarar a gestação e de suas vivências como gestante. A ansiedade é um fator determinante nesta hora e, em geral, atrapalha bastante a capacidade de raciocinar em situações complicadas. O que é super normal quando se está grávida.

Independente de ser a primeira, a segunda ou a sétima gestação, você dificilmente vai lembrar que as cólicas são comuns no primeiro trimestre, que a pressão arterial tende a ser baixa e você pode desmaiar e que alimentação regular, sem exageros, é essencial para manter o bem estar. Logo, qualquer coisa que saia fora da “rotina” pode gerar um estresse gigante.

Resolvi falar sobre isso, pois quando a mulher engravida sua percepção corporal muda, seus sentidos mudam, sua sensibilidade muda e, com o tempo, e com a gravidez, eu notei que as gestantes percebem mais o funcionamento normal do corpo, o intestino, a bexiga cheia, as dores musculares, as secreções vaginais. Todas estas sensações que acontecem diariamente na vida de uma mulher, porém quando ela engravida, a preocupação aumenta e o que era normal começa a virar um alerta vermelho.

Pois então, todo mundo tem suas urgências, mais ou menos importantes para o resto do mundo, mas extremamente importantes para quem está vivendo a situação. Por isso, sempre que você ficar em dúvida com alguma sintoma, ou considerar alguma coisa como sendo “fora do normal”, você precisa de uma avaliação obstétrica. Nem sempre é possível fazer esta avaliação com o seu médico, para isso temos as emergências obstétricas, no SUS e nos convênios ou particulares.

Acontece que hoje em dia existe WhatsApp, telefone, mensagem, e-mail, por que eu não posso tirar uma dúvida desse jeito? Por dois motivos, que se completam. Primeiro, existe uma determinação do Conselho Federal de Medicina que proíbe o médico de prestar atendimento através destes meios; Segundo, e talvez mais importante, é impossível mensurar dor, sangramento, perda de líquido, ou qualquer outro sintoma pelo telefone, precisamos de um exame físico e de uma avaliação do bem estar fetal, impossíveis de serem feitas pelo WhatsApp, mesmo que você grave um vídeo ou mande uma foto.

Portanto, quando você entra em contato com o pré natalista, reclamando de algum sintoma físico, provavelmente você precisará se deslocar, ou para o consultório dele, ou para uma emergência obstétrica. Não adianta achar que é só uma coisinha, porque pode não ser, nem mudar de ideia no meio da ligação e achar que foi uma bobagem. Se existe a queixa e ela foi referida, precisa ser examinada.

As Emergências Obstétricas, em geral, têm uma fila de espera, baseada nas situações com maior ou menor complexidade. Entendam, quando o plantonista demora um pouco para chegar até você, não é má vontade, mas sim uma questão de priorizar casos mais graves, previamente triados. É o que chamamos atualmente de “classificação de risco”.

Voltando ao título do post, cada paciente tem a sua urgência e, como eu mencionei, mais do que um sintoma, ela traz consigo uma história e uma vivência. Por isso, o que pra mim pode ser só uma dorzinha de cabeça, para quem está vivendo a situação pode ser uma enxaqueca terrível.

Nunca, em hipótese alguma, podemos desconsiderar uma queixa, porém as pacientes precisam entender que, às vezes, as suas queixas quando comparadas com as da paciente da poltrona ao lado, podem esperar mais uns minutinhos.

Vivemos num mundo muito imediatista, com recursos que favorecem este imediatismo. Inúmeras vezes eu acordo de madrugada com o Whatsapp apitando e a mensagem mostra um resultado de exames de rotina, ou então minha secretária recebe mensagem às 3h da manhã para confirmação de horário de consulta. Eu super entendo que gestantes e puérperas são ansiosas e dormem menos, mas o resto do mundo dorme, algumas coisas podem e devem esperar o dia amanhecer, o tal do horário comercial.

Diferente disso, algumas pacientes usam a mensagem para avisar que a bolsa rompeu ou que estão com contrações. Nestes casos é muito importante que você ligue para o médico, ou vá a uma Emergência Obstétrica, pois são situações que demandam, pelo menos, uma orientação imediata de como proceder e, algumas vezes, a mensagem não é vista imediatamente.

O importante nesta era em que os acessos são mais fáceis é conversar bastante sobre as diversas situações obstétricas possíveis e tentar usar a tecnologia a favor tanto da paciente quanto do médico, sempre lembrando que ela serve para auxiliar, mas não para resolver o problema. É muito complicado tomarmos uma conduta baseada numa mensagem de Whatsapp e muito menos numa foto.

Quanto às situações de urgências referidas pelas pacientes, não podemos, de jeito nenhum desconsiderar sua queixa. Mesmo que para o pré natalista ou para o plantonista ela seja comum, para a paciente não é e ela precisa de cuidado e orientação. A paciente pode até ser liberada da emergência sem exames ou medicações, mas precisa se sentir segura. Liberá-las com dúvidas ou inseguras é o que faz elas dizerem que “procuraram a emergência e não fizeram nada”.

Só para não passar em branco, situações de emergência obstétrica são aquelas que colocam em risco de vida a mãe e/ou o bebê e precisam de intervenção de especialista, num local adequado e sem perder tempo. Em geral estas situações são as que “furam” a fila nas Emergências Obstétricas. Costumo dizer que, dependendo da situação, você não pode procurar o hospital planejado para o parto, mas sim o mais perto da sua casa.

Embora bem raras, situações de emergência, como sangramentos vaginais volumosos, parada na movimentação fetal por muito tempo, elevações de pressão arterial, especialmente se vierem acompanhadas por alterações visuais, dores abdominais ou dor de cabeça, contrações regulares longe do termo, entre outras, necessitam contato imediato com o pré natalista ou deslocamento até uma Emergência obstétrica mais próxima, o quanto antes. Elas precisam de intervenção médica imediata.

Além de tudo isso, o médico também passa por situações de urgência, familiar, profissional, pessoal… é importante entender que quem faz parto ou cesarianas, eventualmente irá desmarcar a agenda do consultório, não conseguirá atender o telefone, ficará doente. Vocês precisam compreender que, assim como hoje sua consulta será desmarcada para que seu médico atenda um parto, amanhã poderá ser você tendo bebê e outras pacientes tendo que remarcar consulta.

Independente de ser uma urgência ou você achar que é uma urgência, sempre procure atendimento. O mais importante, sempre, é ficar tranquila e conseguir relaxar para aproveitar a gestação.

Bem vindas!

Meu nome é Maria Fernanda, sou obstetra, mãe da Alice e aprendiz da maternidade. Sejam todos bem vindos ao meu blog!

 

Em 2015 eu vivi uma experiência incrível com a minha gestação. Estando do outro lado da cortina, pude entender melhor algumas dúvidas comuns entre as pacientes. Com isso, surgiu a ideia de fazer um blog. Através dele vou tentar fornecer informações que possibilitem uma gestação mais tranquila. Abordarei semanalmente assuntos baseados nas dúvidas do meu dia a dia no consultório e na minha vivência como gestante, puérpera e mãe. Recentemente eu decidi fazer postagens também com relatos de parto, para dividir as experiências vividas pelas mamães, contadas por elas.

Não esqueçam de deixar um comentário sobre o que acharam do blog, dúvidas ou sugestões para os próximos posts. Se acharem que as informações são úteis, compartilhem e sigam nossas páginas no instagram (@blogacaminho) e facebook (fb.com/blogacaminho).

 

Obrigada pela visita!

Compartilhe:
  • Facebook Social Icon
  • Google+ Social Icon
  • Twitter Social Icon
  • Pinterest Social Icon
Mais lidos:
Tags:
This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now