Uma nobre missão!

     Durante muitos anos eu ouvi minha avó dizendo que gostaria que suas 3 netas se casassem com um homem tão bom quanto meu avô, marido dela. Como a reza de Vó é forte, temos 3 “fernandinhos” agregados. Somos mesmo muito sortudas. Também fomos criadas para sermos independentes, financeira e emocionalmente. Cresci ouvindo que precisamos ser felizes sozinhas para conseguir dividir a vida com alguém e ter a nossa própria família (meus avós são demais).

     Então, sempre fui muito independente - mais profissional do que emocionalmente. Primeiro eu estudei, passei na faculdade, fiz residência, arrumei emprego e, só depois disso, eu achei o amor da minha vida (obrigada papai do céu). Ter filhos sempre fez parte dos nossos planos, mas bem, bem lá na frente. Tínhamos muita coisa para conquistar antes disso.

     Mal sabia eu que a chegada da Alice criaria uma divisão - antes e depois dela - sem sombra de dúvidas somos muito, MUITO, mais felizes com ela. Dia 30.08.2015 foi o dia mais incrível das nossas vidas.

     Vou escrever hoje sobre a nobre missão de ser mãe. Sobre esta incrível viagem só de ida, que muda tudo, acaba com todas as nossas crenças, faz a gente morder a língua diariamente, muitas e muitas vezes e, com toda certeza, nos torna pessoas infinitamente melhores, em todos os sentidos.

    Vivemos muitas situações emocionantes na vida, mas nenhuma delas se compara a chegada de um filho. Até porque, filhos mudam as nossas vidas de uma forma definitiva. O trenzinho da maternidade não tem volta. Você pode se divorciar, pode se demitir de um emprego, mas jamais você vai deixar de ser mãe. Uma vez mãe, para sempre mãe. Você pode até rejeitar um filho, mas ele nunca vai deixar de ser seu. Como eu digo para as pacientes, não tem devolução, não volta para dentro.

     Hoje é dia das mães, este post serve para homenagear todas as mães e também para agradecer aquelas que dividiram este momento comigo e me deram a honra de fazer parte do dia mais feliz das suas vidas. É impossível não se emocionar com a chegada de uma criança, viver sua gestação, sua chegada, ver a carinha daquele pai e daquela mãe que estão surgindo.

     Quando você se torna mãe, muita coisa muda na vida, muita coisa perde o sentido. Numa situação ideal, seria adequado que você tivesse tudo pronto para este dia - organização financeira, casa própria, ou pelo menos uma casa sua, um parceiro companheiro - tudo balela, nunca é assim.

      A maternidade, planejada ou não, sempre chega como um furacão nas nossas vidas. Muitas vezes eu paro e me pergunto: "como a gente dá conta?" Como é possível não ser mãe em tempo integral? Nessa bagunça da maternidade eu incluo todas as mães, biológicas ou não. Amor de mãe não tem limites, não necessita vínculo de sangue. Mãe é mãe, independente de gestar ou não.

      Eu vejo crianças nascendo todos os dias. De verdade, nenhum nascimento é igual ao outro e com toda certeza, você nunca se acostuma, nunca vira algo “comum”. Muitas e muitas vezes eu acabo me emocionando com a chegada do bebê. Mesmo que seja o 5º filho daquela mãe, é um momento único. Fazer parte dessas história é um privilégio.

     Assim como é um privilégio ser escolhida, biológica ou emocionalmente, para ser mãe de uma criança. Poder acompanhar o desenvolvimento de um filho e ser responsável por isso é demais. Ver a evolução deles dia após dia não tem preço.

     Esse ano, pela primeira vez a Alice entendeu o que era o dia das mães. Na quinta ela chegou da escola com um cartão e uma flor. Ela me entregou, um de cada vez, e falou, nas duas vezes: “mãe, é um presente de dias das mães”, me deu um abraço e um beijo. Não sei descrever o que eu senti, mas foi demais. O amor deles é tão puro e tão verdadeiro, não tem nada que se compare a essa sensação.

     Como tudo nesta vida, ser mãe tem muitos prós, mas também tem muitos desafios. Abrimos mão de dias de folga, férias, tempo livre, dormir até acordar, banhos demorados, horas no shopping ou no salão de beleza. Ser mãe exige sempre dedicação exclusiva. Os filhos, mesmo que inconscientemente, centralizam todas as nossas atenções. Ser mãe exige uma dose extra de bom humor e, principalmente, paciência. Ainda assim, é o melhor “trabalho” do mundo.

       Parabéns mamães pelo nosso dia. Parabéns mamães por embarcarem na viagem da maternidade, não é uma tarefa fácil. Parabéns mamães que abrem mão de tudo pelos filhos, ou então aquelas que se multiplicam para trabalhar e criar os filhos e parabéns para aquelas que abrem o seu coração e decidem abrir sua vida para uma criança “de fora” e mudam a vida desta criança para sempre.

     Além disso, muito obrigada aquelas mães que dividem este momento comigo. Com certeza, cada uma de vocês imprime uma marca no meu coração, muda um pouquinho a minha vida e me torna uma pessoa melhor.

    A foto do post é de um parto incrível, emocionante, que, como em muitos outros, eu chorei de emoção. Gostaria que todas as mamães se sentissem homenageadas com este post e com esta foto. Um beijo e feliz dia das mães hoje e todos os outros dias do ano.

 

Compartilhe
Compartilhe
Curtir
Please reload

Bem vindas!

Meu nome é Maria Fernanda, sou obstetra, mãe da Alice e aprendiz da maternidade. Sejam todos bem vindos ao meu blog!

 

Em 2015 eu vivi uma experiência incrível com a minha gestação. Estando do outro lado da cortina, pude entender melhor algumas dúvidas comuns entre as pacientes. Com isso, surgiu a ideia de fazer um blog. Através dele vou tentar fornecer informações que possibilitem uma gestação mais tranquila. Abordarei semanalmente assuntos baseados nas dúvidas do meu dia a dia no consultório e na minha vivência como gestante, puérpera e mãe. Recentemente eu decidi fazer postagens também com relatos de parto, para dividir as experiências vividas pelas mamães, contadas por elas.

Não esqueçam de deixar um comentário sobre o que acharam do blog, dúvidas ou sugestões para os próximos posts. Se acharem que as informações são úteis, compartilhem e sigam nossas páginas no instagram (@blogacaminho) e facebook (fb.com/blogacaminho).

 

Obrigada pela visita!

Compartilhe:
  • Facebook Social Icon
  • Google+ Social Icon
  • Twitter Social Icon
  • Pinterest Social Icon
Mais lidos:

Movimentação Fetal!

16/09/2020

1/5
Please reload

Tags:
Please reload

This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now