Não tenha pressa!

    O termo "obstetrícia" vem da palavra latina "obstetrix", que é derivada do verbo "obstare" (ficar ao lado). Para alguns, seria relativo à "mulher assistindo à parturiente" ou "mulher que presta auxílio" (wikipédia). Tinha uma preceptora minha que definia obstetrícia como “a arte de ter paciência”, o que eu considero bem adequado, em todos os sentidos.

      Paciência é a chave para todos os problemas na gestação. Mesmo o mais simples, tipo aguardar o dia da ecografia para descobrir o sexo, até aqueles mais complexos, como ver o resultado da morfológica, ou então esperar o dia do parto. A gravidez exige da gestante uma dose extra, tamanho GGG de paciência e não é nada fácil conseguir isso. Especialmente se você vive rodeada de pessoas ansiosas ou palpiteiras. Ou seja, todas as famílias grávidas.

       Quando você pensa em gestar já começa a trabalhar com a paciência. “Será que vai dar certo? Será que eu posso engravidar?” Depois a menstruação atrasa e você precisa de paciência para fazer o teste. Dá positivo, e agora? A primeira consulta, os exames, a primeira ecografia ... Esperar ou não até o terceiro mês para contar? Contar para a família, para os amigos, no trabalho ou chutar o balde de cara nas redes sociais? É tudo muito difícil.

      Às vezes os 9 meses levam anos para passar. E os últimos 30/40 dias então? Quando você já sabe que está tudo bem, só falta sair, mas a criança não sai. Estes duram bem mais de 24h cada um, com toda certeza. É aqui que mora o problema. É nesta fase que precisamos ter muita, mas muita paciência. Principalmente quando o plano é um parto normal.

       Claro que todas as mamães tem certeza que estão completamente preparadas para aguardar as 41 semanas com toda a calma do mundo, mas nem sempre é assim. O último mês às vezes custa a passar, vocês tem consultas, em geral, todas as semanas, os exames nem sempre mostram evolução do toque, mas é preciso ter paciência. Lembrem, paciência é a palavra mágica do último mês.

      Já perdi as contas de quantas vezes eu fiz pré natal de mamães aficionadas por um parto normal que, no último mês, começam a questionar sua escolha porque estão cansadas, com dores, dificuldades para dormir, andar, comer… muita calma nessa hora, é muito importante manter o foco e ter paciência. Pode demorar um pouco mais, mas vai nascer.

      O suporte familiar neste último mês é fundamental. Deixar bem claro as suas escolhas e ter o marido como parceiro facilita muito. A maior parte das pessoas acha que depois das 36 semanas já está na hora de nascer e, conforme o tempo vai passando, a pressão vai aumentando e uma solução mágica, a cesariana, começa a parecer a melhor escolha. Mantenham o foco, respeitem o tempo do bebê. Se estiver tudo bem com ele e com a mamãe não precisamos ter pressa.

      Além disso, eu acho ótimo quando existe uma Doula dando suporte para as mamães, especialmente nestes últimos dias que antecedem o parto. Ela consegue dar um reforço positivo, deixá-las mais calmas. Elas tem experiência com bebês de 40/41 semanas, conseguem passar tranquilidade, conseguem orientar as contrações de treinamento, os pródromos de trabalho de parto (contrações doloridas, mas ainda sem trabalho de parto efetivo) e ajudam a seguir em frente sem tanta pressão.

     Lembrem, os 9 meses iniciam com 36 semanas, mas o bebê só está pronto para nascer, de forma eletiva, a partir das 39 e a data provável de parto é quando completa-se o 9º mês, ou seja, com 40 semanas. A partir daí, temos alguns critérios de avaliação materna e fetal que precisam ser respeitados, mas podemos seguir até 41 semanas se estiver tudo certo. Se tivermos paciência, a grande maioria das pacientes entra em trabalho de parto espontâneo. Quando isso não acontece, podemos dar uma ajudinha, com acupuntura, descolando membranas, usando uma sonda para indução de trabalho de parto, ou então partindo para uma indução de parto propriamente dita, com misoprostol ou ocitocina.

       A ocitocina hoje em dia é uma das vilãs do parto humanizado. No entanto, ela é muito útil, em vários momentos do parto e também no pós parto. Ela pode evitar uma cesariana quando usada de forma correta e com supervisão médica, em ambiente hospitalar. Já vi pacientes optarem por cesariana quando existe uma possibilidade de indução com ocitocina, com grandes chances de sucesso e de um parto vaginal, induzido sim, mas também humanizado. Precisamos conversar mais sobre isso durante o pré natal.

      Futuras mamães, tentantes, gestantes, famílias… tenham mais paciência Respeitem o tempo do bebê. Aqueles partos mágicos das novelas, que ocorrem tão logo as pacientes entram nas 36 semanas, ou então aquelas bolsas rotas que chegam nascendo, ou ainda as contrações que começam e o bebê nasce em minutos acontecem, mas são a exceção e não a regra. Lembrem-se o processo de nascer chama-se trabalho de parto por um motivo bem simples, dá trabalho. Porém, vale muito a pena tentar.

.

Compartilhe
Compartilhe
Curtir
Please reload

Bem vindas!

Meu nome é Maria Fernanda, sou obstetra, mãe da Alice e aprendiz da maternidade. Sejam todos bem vindos ao meu blog!

 

Em 2015 eu vivi uma experiência incrível com a minha gestação. Estando do outro lado da cortina, pude entender melhor algumas dúvidas comuns entre as pacientes. Com isso, surgiu a ideia de fazer um blog. Através dele vou tentar fornecer informações que possibilitem uma gestação mais tranquila. Abordarei semanalmente assuntos baseados nas dúvidas do meu dia a dia no consultório e na minha vivência como gestante, puérpera e mãe. Recentemente eu decidi fazer postagens também com relatos de parto, para dividir as experiências vividas pelas mamães, contadas por elas.

Não esqueçam de deixar um comentário sobre o que acharam do blog, dúvidas ou sugestões para os próximos posts. Se acharem que as informações são úteis, compartilhem e sigam nossas páginas no instagram (@blogacaminho) e facebook (fb.com/blogacaminho).

 

Obrigada pela visita!

Compartilhe:
  • Facebook Social Icon
  • Google+ Social Icon
  • Twitter Social Icon
  • Pinterest Social Icon
Mais lidos:

70 dias!

02/06/2020

1/5
Please reload

Tags: