Indução de Parto - sonda ou balão


Existe um cateter usado especificamente para indução de parto, duplo, porém, aqui no Divina usamos uma sonda foley, daquelas comumente usadas para sondagem vesical. A sonda é introduzida no colo uterino, sendo posicionada entre o orifício cervical interno do colo e a bolsa amniótica. Fazemos isso de forma manual, com a paciente em posição ginecológica.


Como falei no post anterior, só faço induções de parto em ambiente hospitalar. Nosso plantão obstétrico também funciona desta forma. Uma vez indicada e iniciada uma indução, a paciente permanece internada até o nascimento do bebê. A paciente fica no Hospital, com um acompanhante de sua escolha.


Os pré requisitos para ser feita uma indução com sonda são, basicamente, um colo pérvio - precisa ser possível a passagem do cateter - apresentação cefálica e, no nosso serviço, que a bolsa amniótica esteja íntegra. Embora não seja uma contra indicação absoluta, não fazemos indução com sonda em casos de bolsa rota. Alguns estudos colocam como contra indicação o aumento do líquido amniótico (polidrâmnio). Não fazemos induções com sonda em casos de implantação baixa da placenta.


Após posicionada a sonda, o cateter é inflado com um volume de soro fisiológico que varia de 30 a 80 ml. No nosso serviço costumamos usar, em média, 60 a 80ml. Não existe diferença de desfechos entre as induções com 30 ou com 80ml, no que se refere ao número de partos normais, porém volumes maiores reduzem o tempo de indução.


A sonda é fixada na parte interior da coxa da paciente e, no momento da sua colocação ou, como fazemos no Divina, a cada 1 ou 2h (avaliamos caso a caso) e mesma é tracionada e refixada. Isso não aumenta as chances de parto, mas reduz o tempo entre a colocação e a expulsão, ou seja, diminui o tempo de preparo mecânico do colo.


Após a colocação da sonda, ela permanece no colo por, no máximo, 12h, sendo retirada manualmente em caso de não expulsão durante este período. Após a saída da sonda está indicado o início da indução de parto com ocitocina + amniotomia, quando possível. Estudos mostram um número maior de partos vaginais neste modelo do que quando esperamos 24h para expulsão ou retirada da sonda.


Converse com seu pré natalista sobre indução de parto, suas indicações e como ela pode ser feita. Na maioria das vezes a cesariana não é e não precisa ser a primeira opção.

Bem vindas!

Meu nome é Maria Fernanda, sou obstetra, mãe da Alice e aprendiz da maternidade. Sejam todos bem vindos ao meu blog!

 

Em 2015 eu vivi uma experiência incrível com a minha gestação. Estando do outro lado da cortina, pude entender melhor algumas dúvidas comuns entre as pacientes. Com isso, surgiu a ideia de fazer um blog. Através dele vou tentar fornecer informações que possibilitem uma gestação mais tranquila. Abordarei semanalmente assuntos baseados nas dúvidas do meu dia a dia no consultório e na minha vivência como gestante, puérpera e mãe. Recentemente eu decidi fazer postagens também com relatos de parto, para dividir as experiências vividas pelas mamães, contadas por elas.

Não esqueçam de deixar um comentário sobre o que acharam do blog, dúvidas ou sugestões para os próximos posts. Se acharem que as informações são úteis, compartilhem e sigam nossas páginas no instagram (@blogacaminho) e facebook (fb.com/blogacaminho).

 

Obrigada pela visita!

Compartilhe:
  • Facebook Social Icon
  • Google+ Social Icon
  • Twitter Social Icon
  • Pinterest Social Icon
Mais lidos:
Tags:
This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now